Vida dentro da vida, ainda.

As palavras fogem. A dor que toma conta da pele, do sangue, dos músculos é inenarrável. Eu, assim como tantas e tantos dos meus, busco signos, significados, substantivos, adjetivos. Há que se criar novas definições para sentimentos, emoções nossas. Conceitos que deem conta de tamanha barbárie. Não temos mais recursos suficientes no mundo das palavras. A História corre, passos largos, sem olhar para os lados. Nós, sob efeito da analgesia gerada por tantos acontecimentos, andamos em círculos. Não há espaço para esperança substancial nesse exato momento. O cansaço não deixa. Em todos os âmbitos, estamos em déficit. Saldo negativo no contexto cru que é a vida.

Essa mesma vida que me exige velocidade também ao escrever estas linhas. A pressa da rotina, o vértice infinito dos protocolos. A falta de afeto. Ou a falta de tempo para ele, já que precisamos sobreviver ao caos subjetivo e objetivo. Excesso de informações, consciências levianas, desumanização de seres humanos. Vivos ou mortos.

Caos, caos, caos. Viés apocalíptico irreversível e que nos atravessa feito bomba.

Lacrimogêneo moral e cívico.

As ideias embaralham-se, a voz falha. O choro está ali, mas é tanta coisa, tanta velocidade, desgraças, velocidade ainda, que suas gotas salgadas sequer ganham espaço para invadir nosso rosto. Sei de mim e, sabendo assim, sei também dos meus. Abraçamo-nos para tentar aliviar uma dor que parece não ter fim. Dor calada, dor instalada. Dor esta que se assemelha à do luto, à retirada de pedaços nossos, um a um. Sempre nos retiraram partes. Mas a esta velocidade? Os abraços, os pedidos de colo…nada suficientes. As palavras retomam o movimento de definição, tentativa falha. Os desabafos que não aliviam, o choro contido, o sorriso forçado, a certeza de que nada está bem. E está longe de ficar.

Há que se criar vida na vida. Caso nos seja permitido, ainda, viver. Se o choro lhe toma o rosto, uma nesga de felicidade me invade, certamente, por ti, já que aqui ele tarda em vir.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s